O que é o Bitcoin, pra que serve e como utilizar

Você já deve ter ouvido falar do Bitcoin, correto?

Também conhecido como BTC ou XBT, hoje em dia todas as semanas vemos uma reportagem ou matéria falando sobre o assunto e o Bitcoin é um dos focos de atenção de grandes investidores no mundo todo.

Bitcoin tem todas as características do dinheiro de verdade: escasso, durável, é portável, divisível e seu uso está crescendo, além de ser uma moeda fácil de armazenar e impossível de falsificar.

Mas quando você ouve falar na moeda várias perguntas vêm a mente:

"Mas o que é isso? Como funciona? Por que surgiu? Pra que serve?"

Recomendo a você assistir a esse vídeo antes de continuar:

Bem resumidamente eu poderia te dizer: "bitcoin é o 'dinheiro de papel' da internet com um teletransporte embutido".

Ou seja, é o dinheiro 100% digital que você pode 'teletransportar' pra qualquer lugar do mundo, instantâneamente e tão fácil quanto enviar um email.

Bitcoin é uma mistura de moeda, bem digital e um meio de pagamento. É uma invenção, uma nova forma de dinheiro.

No decorrer da histórias muitas tentativas foram feitas de se criar uma moeda 100% digital, mas essas tentativas todas falharam pois essas moedas possuíam um ponto central ou uma empresa em que você deveria confiar por trás e nunca essas empresas conseguiram se alinhar com as regulações dos países onde estavam e logo eram fechadas. Outro problema é que, uma informação em um computador ou na internet sempre pode ser copiada e isso não pode acontecer com dinheiro. A tecnologia do Bitcoin foi a primeira a resolver esse problema.

O valor do Bitcoin

"Quanto vale um bitcoin?"

Os bitcoins são negociadas em casas de câmbio especiais na internet 24 horas por dia e 7 dias por semana e seu valor muda conforme mais moedas são compradas ou vendidas. Os bitcoins podem ser trocadas por reais, dólares, euros, libras etc.

"O que faz o Bitcoin valioso?"

O valor de uma moeda está além de uma determinação ou ordem superior, o valor é decidido em um processo de trocas voluntárias onde oferta e demanda, escassez, utilidade, ou um acordo entre partes decide que algo é ou não dinheiro e qual seu valor.

Na história tivemos milhões de exemplos de moedas, desde sementes, pedras ao próprio ouro. Não sabemos quando o dinheiro surgiu, mas sabemos que ele é anterior a escrita. Atualmente o dinheiro é um papel impresso pela casa da moeda do seu país ou dígitos numa conta bancária (que na verdade indicam quanto o banco te deve e não seu saldo).

No caso do Bitcoin, vamos a 5 itens que Jeffery Tucker citou em uma conferência na Austrália que explica algumas características do Bitcoin:

  • Funciona na internet (dinheiro da internet) - um dinheiro que funciona na internet de forma global ineterrupta.
  • P2P - De pessoa a pessoa, sem terceiros, sem burocracias e com taxas muito baixas.
  • Criptográfico - você possui endereços que não necessariamente são associados a sua pessoa e isso ajuda muito a manter.
  • suas transações anônimas - você não expôe seus dados pessoais para cada site que deseja comprar algo onde seus dados facilmente serão expostos.
  • Código Aberto - assim como o Linux, Android etc. Qualquer um pode ver/copiar o código e criar uma nova moeda com outro nome.
  • Distribuído - Não importa onde você estiver, se você tiver a chave você consegue acesso a suas moedas. Usa uma tecnologia chamada Blockchain que impede gasto duplo através de um processo chamado mineração,

Muitas coisas ainda poderiam ser incluidas nessa lista: como o papel social que o Bitcoin tem no mundo por exemplo, atualmente bilhões de pessoas no mundo não tem acesso a serviços bancários e com o Bitcoin elas podem se tornar economicamente ativas.

O preço atual é:

Se o preço está alto não esqueça que você também pode comprar e vender dízimas de bitcoin como 0.1 btc 0.001 btc etc

Por que essa moeda surgiu?

Um pouco de história.

Estamos em 2008

Uma crise global causada por um conjunto de distorções e erros causadas pelo governo americano, agências de risco e mercado financeiro explode no EUA e atinge boa parte do mundo. Bancos começam a falir levando a poupança de muita gente embora, contas são congeladas, bens são confiscados, filas para saques se formam e o desespero surge nas ruas, afinal os bancos não tem mais dinheiro.

Algumas pessoas previram essa crise e se protegeram, mas a maioria não.

Foi nesse cenário incerto e confuso em 2008 que, um ou mais gênios ao redor da internet, se reuniram e começaram a repensar a economia. O sistema financeiro usando bancos centrais + bancos + governos parece estar com os dias contados. Foi então criada uma rede de computadores inteligente que servia de base para uma moeda digital, assim surgiu o "Bitcoin" (a rede) e suas moedas "bitcoin" (com b minúsculo).

Mas quem é(são) o(s) criador(es) dessa ideia brilhante? Ninguém sabe! A rede Bitcoin foi lançada na internet e um documento (paper em português) que explica o seu funcionamento foi assinada por Satoshi Nakamoto, um pseudômino, um nome japonês tão comum como João da Silva, que não deixa rastros de como chegar ao(s) responsável (eis).

Satoshi colocou uma mensagem no primeiro bloco Bitcoin que foi a capa do jornal The Times:


"03/Jan/2009 Chancellor on brink of second bailout for banks" (Chanceler prestes a conceder segundo resgate aos bancos)

Isso prova que os primeiros bitcoins foram mineradas em 3/jan/2009, mas trás também uma outra mensagem e muitos entenderam o recado:

O sistema financeiro estava quebrado o povo iria pagar a conta e uma revolução seria necessária!

Parece coisa de filme não é mesmo?

Mas é real e tem mudado o mundo aos poucos.

Esse desastre onde pessoas vêm o seu dinheiro congelado e confiscado [...] não seria possível se as pessoas usassem Bitcoin.

Embora já tenha ocorrido dezenas de vezes na história, recentemente em 2008 em vários países, em 2015 na Grécia, em 2013 no Chipre, em 1990 aqui no Brasil na era Collor. Esse desastre onde pessoas de bem vêm o fruto do seu trabalho congelado e confiscado, não seria possível se as pessoas tivessem bitcoin ao invés de reais, dólares, euros e outras moedas em suas contas.

Muitos economistas (como Hayek por exemplo) pensaram em como corrigir o problema econômico criado pelos bancos centrais e pelo dinheiro estatal, mas todas as soluções requeriam a permissão e colaboração dos governos e bancos para que isso ocorresse.

Essa dependência matou todas essas alternativas até então. Uma solução bottom-up (de baixo pra cima) foi necessária e foi criada!

Essa animação, embora alguns digam ser um pouco conspiratória, explica um pouco como funciona o dinheiro atualmente, basicamente lastreado em dívidas:

Por que investir na tecnologia do bitcoin?

A nova geração não usa mais bancos por motivos diversos seja por burocracia, problemas, taxas, falta de inovação, filas e a própria estrutura do banco não agrada os clientes mais novos.


Você ainda liga no banco para cancelar uma tarifa indevida?
Para a geração atual existe duas opções: ou pagar essa tarifa ou fechar a conta.


Essa intolerância com 'taxinhas que aparecem do nada', com burocracias e perdas de tempo, traz às instituições nos moldes antigos um futuro bastante incerto.

Mas também faz com que iniciativas inovadoras como o Bitcoin tenham um futuro bem promissor pela frente, com investimentos crescendo ainda mais. Alguns bancos ao redor do mundo percebendo essa mudança chegando, já começaram a investir na tecnologia.[saiba quem está em investindo na tecnologia]

Resumo e um simples lembrete do por que o Bitcoin foi criado.

  • Centenas de anos atrás pessoas costumavam pagar por produtos em ouro e prata que eram dificeis de transportar e dividir.
  • O dinheiro de papel foi inventado. Que era um vale ouro do ouro que ficava depositado no cofre do banco. Dinheiro de papel era fácil de transportar e dividir.
  • Bancos distribuíram mais papel moeda do que eles tinham no cofre do banco em ouro. Nasceu assim as 'reservas fracionarias' e os bancos se tornaram verdadeiros falsificadores de dinheiro. Logo então os Bancos começaram a colapsar devido a corridas bancárias, que foi quando as pessoas tentavam sacar o ouro e ele não existia mais.
  • Para resolve este problema os Bancos centrais foram inventados para servir como a garantia dos bancos. Corridas bancárias teriam sido mitigadas devido a todos os bancos serem obrigados a fazer seus depósitos pelo banco central. Mas o risco de uma corrida bancária não foi reduzido. A sua frequencia diminuiu e seu impacto foi aumentado. Depois de tudo, bancos permaneceram basicamente insolventes nesse esquema de reservas fracionárias.
  • Apesar de tudo os Bancos continuaram a ter problemas. Mas agora, se um banco tiver problemas, todos os outros bancos também terão. Governos então tem que intervir pra salvá-los.
  • Todos os laços do sistema financeiro com o ouro foram interrompidos em 1971 quando o Nixon decidiu que o dólar não seria mais lastreado por uma quantia fixa de ouro. Isso piorou o problema, por que agora não existe mais um limite na quantia de dinheiro que os bancos podem criar.
  • Deste momento em diante, todo o dinheiro é criado como crédito. Dinheiro deixou de ser lastreado por um bem. Quando você pega um empréstimo, o dinheiro é criado e emprestado à você. Bancos esperam que esse dinheiro recém criado seja retornado com juros [abusidos].
  • Isso causou uma explosão na criação de dinheiro. O banco central americano interrompeu os relatórios do M3 (quantia de dinheiro na economia) em 2006, porém o banco central europeu continuou reportando e a expansão de euro anual é de 5%.
  • Isso causa um aumento nos preços, que cresce menos que a expansão de dinheiro na economia. Isso por causa do aumento da produtividade, causada pelos bens de capital e novas tecnologias. Então, se dinheiro novo não fosse criado, você deveria esperar uma queda de preços todo ano, mas isso não ocorre, esse é o efeito da criação de dinheiro.
  • O que sobra (inflação - produtividade) é uma inflação de 2% anual nos EUA e nos países mais pobres, a inflação é muito maior.
  • Bancos descobriram que eles poderiam se apropriar do aumento de produtividade mundial de 2% todos ano sem que as pessoas reclamassem. Então eles aumentam a emissão de dinheiro em 5% ao ano, recebendo esse dinheiro de volta com juros.
  • Fora a inflação que incide em cima da sociedade, os bancos fazem a sociedade refém a cada dois anos, pois em caso de crise financeira, os bancos precisam de socorro ou o sistema colapsa, esse socorro é feito por intermédio de dinheiro proveniente dos pagadores de impostos ou do dinheiro do correntistas que é confiscado.
  • Fora todos esses problemas, bancos e governos estão agora fazendo o que podem para acabar com dinheiro em espécie. Isso significa que nenhum homem livre poderá mais trocar dinheiro sem o intermédio de um banco. Se você acredita que fazer transações livremente com os outros é um direito fundamental, isso deve assustá-lo.
  • A ausência de dinheiro de verdade, como metais preciosos ou itens de valor, foi a raiz do problema. Nós fomos forçados a usar dinheiro de papel por que até então não existia nenhuma alternativa. Ouro e prata ainda são difíceis de usar e manter em segurança.
  • Quando tentaram lançar um dinheiro que tinha lastro em metais preciosos, o Liberty Dollar, essa iniciativa foi banida pelo governo americano, pois enfraquecia o sistema financeiro. Aparentemente uma moeda alternativa como o Liberty Dollar, só poderia ter sucesso se não tivesse uma instituição que pudesse ser confiscada e interditada. No caso dos Liberty Dollar, os correntistas perderam todo o seu dinheiro.
  • Foi necessário a criação de um dinheiro decentralizado, onde houvesse troca direta entre as pessoas. Foi essa a proposta descrita por Satoshi Nakamoto em 2009, como resposta a todos os problemas descritos acima. E isto está implícito no genesis block (primeiro bloco) do Bitcoin. "03/Jan/2009 Chanceler prestes a conceder o segundo resgate aos bancos". O Bitcoin foi criado para ser uma alternativa ao nosso sistema financeiro falido.
Por Daniel Ferreira de Lima

Posts do Tumblr

Carregando posts do Tumblr..